Facebook Live transmite a temporada 2017 da WSL. aloha


O Quiksilver Pro e Roxy Pro abrem a disputa dos títulos mundiais do World Surf League Championship Tour no dia 14 de março em Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália


A World Surf League (WSL) anunciou nessa quarta-feira (08) uma nova parceria com o Facebook para transmitir ao vivo todas as etapas do Championship Tour (CT) masculino e feminino e os eventos do Big Wave Tour (BWT) pelo Facebook Live. Agora, os fãs do esporte no mundo inteiro terão mais um canal para assistir seus surfistas favoritos na página da World Surf League no Facebook, a maior mídia social do mundo.

"Estamos entusiasmados em poder apresentar a temporada completa da World Surf League para a audiência global do Facebook", disse Dan Reed, chefe do Facebook Global Sports Partnerships. "Graças a sua estratégia de vídeo inovadora, destacada por um uso consistente e criativo do Facebook Live, a WSL vai atingir uma legião de fãs altamente envolvida na plataforma de transmissão. Esses fãs vão poder assistir o World Tour juntos assim que começar a temporada (em 14 de março na Gold Coast, Austrália), acompanhando ao vivo os grandes momentos do surfe sempre que eles estiverem acontecendo".

Com as transmissões ao vivo no Facebook, a WSL continuará expandindo o alcance do seu conteúdo para uma quantidade ainda maior de fãs em todo o mundo, podendo experimentar novas produções muito mais interativas nas mídias sociais.

"A WSL está muito feliz pela parceria com o Facebook para apresentar mais de 800 horas de conteúdo ao vivo da nossa temporada 2017", disse Tim Greenberg, Chief Community Officer da WSL. "Como uma primeira Liga verdadeiramente digital, a transmissão de todos os principais eventos pelo Facebook é mais um marco pioneiro no nosso esporte. Com a escala do Facebook, poderemos atingir mais fãs ainda, levando toda a magia e drama do surfe profissional diretamente para onde estiverem. É mais uma oportunidade incrível para nos mantermos na vanguarda da distribuição de mídia esportiva".

O anúncio da parceria com o Facebook Live e toda sua plataforma de mídia social, é a última novidade da abordagem inovadora da World Surf League nos últimos anos.

"Uma das principais coisas que acho do surfe é que ele está sempre evoluindo, tanto no equipamento, como na abordagem e progressão", disse o sul-africano Jordy Smith, vice-campeão mundial no ano passado. "É ótimo saber que essa evolução não é só no mar, pois o Facebook é muito especial por conectar diferentes culturas e agora o surfe será compartilhado para muito além das praias. É muito legal ver a WSL na vanguarda do esporte, usando todas as tecnologias para uma maior interação com os fãs em todo o mundo. Esperamos ter mais um grande ano, mas agora fiquei um pouco mais nervoso pensando em que mais alguns milhões de pessoas estarão assistindo minhas baterias".

A empolgação de Jordy Smith é a mesma de outras estrelas do World Surf League Championship Tour, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Mick Fanning, Carissa Moore, Gabriel Medina, Tyler Wright, John John Florence e todos os integrantes da elite que disputarão os títulos mundiais deste ano. Os melhores surfistas do mundo vão começar a temporada 2017 no Quiksilver Pro e no Roxy Pro, do dia 14 a 25 de março nas ondas de Snapper Rocks, na Gold Coast, Queensland, Austrália.

Os dois eventos serão transmitidos ao vivo pelo Facebook Live e pelo www.worldsurfleague.com

CALENDÁRIO DO WORLD SURF LEAGUE CHAMPIONSHIP TOUR 2017:
Mar 14-25 - Quiksilver Pro Gold Coast em Snapper Rocks - Austrália
Mar 29-09 Abr - Drug Aware Margaret River Pro em Main Break - Austrália
Abr 12-24 - Rip Curl Pro Bells Beach em Bells Beach - Austrália
Mai 09-20 - Rio Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ) - Brasil
Jun 04-16 - Fiji Pro em Cloudbreak - Fiji
Jul 12-23 - Corona J-Bay Open em Jeffrey´s Bay - África do Sul
Ago 11-22 - Billabong Pro Tahiti em Teahupoo - Taiti
Set 06-17 - Hurley Pro at Trestles em Lower Trestles - Estados Unidos
Out 07-18 - Quiksilver Pro France em Hossegor - França
Out 20-31: MEO Rip Curl Pro Portugal em Peniche - Portugal
Dez 08-20 - Billabong Pipe Masters em Pipeline e Backdoor - Havaí

CALENDÁRIO DO WSL WOMEN´S CHAMPIONSHIP TOUR 2017:
Mar 14-25 - Roxy Pro Gold Coast em Snapper Rocks - Austrália
Mar 29-09 Abr - Drug Aware Margaret River Pro em Main Break - Austrália
Abr 12-24 - Rip Curl Women´s Pro Bells Beach em Bells Beach - Austrália
Mai 09-20 - Rio Women´s Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ) - Brasil
Mai 28-02 Jun - Fiji Women´s Pro em Cloudbreak - Fiji
Jul 31-06 Ago - Vans US Open of Surfing em Huntington Beach - EUA
Set 06-17 - Swatch Pro at Trestles em Lower Trestles - Estados Unidos
Set 27-05 Out - Cascais Women's Pro em Cascais - Portugal
Out 07-18 - Roxy Pro France em Hossegor - França
Nov 25-06 Dez - Maui Women's Pro em Honolua Bay, Maui - Havaí

O Quiksilver Pro e Roxy Pro abrem a disputa dos títulos mundiais do World Surf League Championship Tour no dia 14 de março em Snapper Rocks, na Gold Coast, Austrália

A World Surf League (WSL) anunciou nessa quarta-feira (08) uma nova parceria com o Facebook para transmitir ao vivo todas as etapas do Championship Tour (CT) masculino e feminino e os eventos do Big Wave Tour (BWT) pelo Facebook Live. Agora, os fãs do esporte no mundo inteiro terão mais um canal para assistir seus surfistas favoritos na página da World Surf League no Facebook, a maior mídia social do mundo.

"Estamos entusiasmados em poder apresentar a temporada completa da World Surf League para a audiência global do Facebook", disse Dan Reed, chefe do Facebook Global Sports Partnerships. "Graças a sua estratégia de vídeo inovadora, destacada por um uso consistente e criativo do Facebook Live, a WSL vai atingir uma legião de fãs altamente envolvida na plataforma de transmissão. Esses fãs vão poder assistir o World Tour juntos assim que começar a temporada (em 14 de março na Gold Coast, Austrália), acompanhando ao vivo os grandes momentos do surfe sempre que eles estiverem acontecendo".

Com as transmissões ao vivo no Facebook, a WSL continuará expandindo o alcance do seu conteúdo para uma quantidade ainda maior de fãs em todo o mundo, podendo experimentar novas produções muito mais interativas nas mídias sociais.

"A WSL está muito feliz pela parceria com o Facebook para apresentar mais de 800 horas de conteúdo ao vivo da nossa temporada 2017", disse Tim Greenberg, Chief Community Officer da WSL. "Como uma primeira Liga verdadeiramente digital, a transmissão de todos os principais eventos pelo Facebook é mais um marco pioneiro no nosso esporte. Com a escala do Facebook, poderemos atingir mais fãs ainda, levando toda a magia e drama do surfe profissional diretamente para onde estiverem. É mais uma oportunidade incrível para nos mantermos na vanguarda da distribuição de mídia esportiva".

O anúncio da parceria com o Facebook Live e toda sua plataforma de mídia social, é a última novidade da abordagem inovadora da World Surf League nos últimos anos.

"Uma das principais coisas que acho do surfe é que ele está sempre evoluindo, tanto no equipamento, como na abordagem e progressão", disse o sul-africano Jordy Smith, vice-campeão mundial no ano passado. "É ótimo saber que essa evolução não é só no mar, pois o Facebook é muito especial por conectar diferentes culturas e agora o surfe será compartilhado para muito além das praias. É muito legal ver a WSL na vanguarda do esporte, usando todas as tecnologias para uma maior interação com os fãs em todo o mundo. Esperamos ter mais um grande ano, mas agora fiquei um pouco mais nervoso pensando em que mais alguns milhões de pessoas estarão assistindo minhas baterias".

A empolgação de Jordy Smith é a mesma de outras estrelas do World Surf League Championship Tour, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Mick Fanning, Carissa Moore, Gabriel Medina, Tyler Wright, John John Florence e todos os integrantes da elite que disputarão os títulos mundiais deste ano. Os melhores surfistas do mundo vão começar a temporada 2017 no Quiksilver Pro e no Roxy Pro, do dia 14 a 25 de março nas ondas de Snapper Rocks, na Gold Coast, Queensland, Austrália.

Os dois eventos serão transmitidos ao vivo pelo Facebook Live e pelo www.worldsurfleague.com

CALENDÁRIO DO WORLD SURF LEAGUE CHAMPIONSHIP TOUR 2017:
Mar 14-25 - Quiksilver Pro Gold Coast em Snapper Rocks - Austrália
Mar 29-09 Abr - Drug Aware Margaret River Pro em Main Break - Austrália
Abr 12-24 - Rip Curl Pro Bells Beach em Bells Beach - Austrália
Mai 09-20 - Rio Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ) - Brasil
Jun 04-16 - Fiji Pro em Cloudbreak - Fiji
Jul 12-23 - Corona J-Bay Open em Jeffrey´s Bay - África do Sul
Ago 11-22 - Billabong Pro Tahiti em Teahupoo - Taiti
Set 06-17 - Hurley Pro at Trestles em Lower Trestles - Estados Unidos
Out 07-18 - Quiksilver Pro France em Hossegor - França
Out 20-31: MEO Rip Curl Pro Portugal em Peniche - Portugal
Dez 08-20 - Billabong Pipe Masters em Pipeline e Backdoor - Havaí

CALENDÁRIO DO WSL WOMEN´S CHAMPIONSHIP TOUR 2017:
Mar 14-25 - Roxy Pro Gold Coast em Snapper Rocks - Austrália
Mar 29-09 Abr - Drug Aware Margaret River Pro em Main Break - Austrália
Abr 12-24 - Rip Curl Women´s Pro Bells Beach em Bells Beach - Austrália
Mai 09-20 - Rio Women´s Pro na Praia de Itaúna, Saquarema (RJ) - Brasil
Mai 28-02 Jun - Fiji Women´s Pro em Cloudbreak - Fiji
Jul 31-06 Ago - Vans US Open of Surfing em Huntington Beach - EUA
Set 06-17 - Swatch Pro at Trestles em Lower Trestles - Estados Unidos
Set 27-05 Out - Cascais Women's Pro em Cascais - Portugal
Out 07-18 - Roxy Pro France em Hossegor - França
Nov 25-06 Dez - Maui Women's Pro em Honolua Bay, Maui - Havaí
 

 
História do Surf em Florianópolis -aloha



Os pioneiros foram duas famílias de gaúchos que, depois de terem visto reportagens sobre o esporte em revistas americanas, por volta de 1965, viajaram e conheceram o surf lá fora. Os gaúchos Johanpeter e Sefton foram provavelmente os primeiros surfistas do sul do país com características típicas: “pegar onda”, praia todo final de semana e férias, viagens à procura de novos picos, vida nômade (Gutemberg, 1989).

Os primeiros surfistas da Ilha: a história do surf em Florianópolis


Na década de 70, algo de novo estava surgindo nas praias de Florianópolis. Eram surfistas aficcionados com o fato de deslizarem nas ondas. São nomes como Celso Ramos Neto, Niltinho Ramos, Jaime Ramos, Toninho Ramos, Edson Pires, Ricardo Schroeder, os irmãos Correia (Paulo, Geraldo e Eugênio), Alberto Rodrigues (Betinho), Luciano e Eduardo Paulo Colaço que fazem parte da primeira geração de surfistas da Ilha de Santa Catarina.

A primeira geração de surfistas foi puramente amadora, sem gana de ganhar dinheiro com o surf nem largar a faculdade ou a profissão em virtude do esporte. No início, eles não entendiam bem qual era a verdadeira forma de surfar, apenas curtiam aquele momento de deslizar sobre a espuma. Era algo diferente, que os fascinava. Porém, a dificuldade em adquirir novos equipamentos fomentou o intercâmbio entre os surfistas, que deslocavam-se de suas cidades de origem em busca de novidades.

Rio de Janeiro era a meca do surf, e estava dez anos à nossa frente. Era de lá que vinham as primeiras pranchas. E era prá lá que nossos surfistas realizavam as expedições a fim de aprimorar seus conhecimentos sobre o esporte.

Assim aos poucos, a tribo do surf aumentava cada vez mais. Ramon Filomeno, Toló e Buda (já falecidos), Sérgio Pinto, os irmãos Bichinhos (Älvaro e Marcelo Pereira Oliveira), Ricardo Pereira Oliveira (primo dos Bichinhos), Saul Oliveira, Luiz Alberto May (galego May), Alexandre Fontes, Flávio Boabaid, Roberto Perdigão, Roberto Polli, Ronaldo Lobato, Ary Pereira Oliveira (Aryzinho), Bertoldo e Marcelo Salles, Tarcísio Sheffer, Edson Coxinha, Fedoca, Gabriel (Tatu), Zinho Correia, Renato Ávilla da Silva foram alguns dos nomes que começaram a se envolver, multiplicando o número de adeptos.

Em 1974 chegava a Florianópolis o lendário surfista carioca Fernando Moniz, popularmente conhecido como Marreco. Foi ele quem impulsionou o surf moderno na Ilha de Santa Catarina. Antes de vir a Florianópolis, entretanto, Marreco passou algum tempo em Itajaí, onde descobriu os “secret points”, ou seja, praias inexploradas com condições favoráveis à prática do surf.

Marreco tinha um surf impressionante, de primeira categoria, com manobras fortes e atuais, nunca vistas pelo povo ilhéu. O surf deste carioca era uma verdadeira aula para os surfistas locais. Marreco afirma que, quando chegou a Ilha, não podia disputar os campeonatos de surf pois estava muito adiantado. Não tinha “graça” disputar os campeonatos pois ele era bem melhor que os outros surfistas.

Foi ele quem trouxe algumas das personalidades marcantes do surf do Rio de Janeiro como os irmãos Miudinhos. O estilo de surfar era diferenciado, com pranchas de shape diferente. Alguns surfistas ilhéus chegaram até a encomendar pranchas com eles.

Marreco também ajudou muito nas partes técnicas dos campeonatos que aconteciam. Dentre eles, o primeiro, realizado em 1976 na praia da Joaquina, pelos colunistas Cacau Menezes e Ricardinho Machado, intitulado – Rock, Surf & Brotos, que projetou os surfistas Tarcísio Sheffer, na categoria júnior, e Caxito Douat, na categoria principal.

Esse profissionalismo que estava engatinhando em Florianópolis, começou a surgir juntamente com a segunda geração de surfistas, marcada por nomes como Bita Pereira, Roberto Lima, dentre outros.

Com o número de adeptos cada vez maior, o carioca Hupsel passou a confeccionar e vender pranchas na Ilha, embora a qualidade desta prancha deixava a desejar em relação as Piu surfboards. Estas últimas, confeccionadas pelo carioca Paulinho Guinle, foram a grande sensação da época. A comunidade “surfística” de Florianópolis, costumava-se reunir na Piu surfboards, na Barra da Lagoa, onde Paulinho, além de aproveitar para vender suas pranchas, divulgava as últimas notícias do que havia de mais novo no surf.

A Associação Catarinense de Surf (ACS) foi fundada em 1980 com a realização do Circuito Catarinense, totalizando quatro etapas. Em 1987 passou a ser reconhecida como FECASURF (Federação Catarinense de Surf). Outra entidade que influenciou na realização de campeonatos foi a Master Promoções, criada por Flávio Boabaid e Roberto Perdigão.
 

 
Mahalo e Aloha, mais que simples saudações havaianas!


Muito mais que um arquipélago no meio do Oceano Pacífico ocupado por questões bélicas estratégicas para tornar-se em 1900 o 50º Estado Norte-Americano, o HAWAII é antes de tudo um estado de espírito expresso em seu próprio nome – HA (onde a vida respira), WAI (com a força água), I (cavalgada com supremacia a qualquer tempo e hora).

No imaginário havaiano, as palavras têm “mana” – poder espiritual ou divino – e MAHALO! ALOHA! – estão entre as mais sagradas e poderosas para transformar a vida, tornando-a mais bonita e próspera, exigindo apenas que sejam ditas com sinceridade, diretamente do coração.

Em um nível espiritual, MAHALO é a prece divina:

[MA = dentro] + [HA = respiração] + [ALO = presença, frente, rosto] = “Que você esteja dentro da respiração divina”

e ALOHA é a invocação para o divino:

[ALO = presença, frente, rosto] + [HA = respiração] = “A presença da respiração divina”.

ALOHA vai além com um sentido amplo para cada letra:

A – Vem da própria palavra “aloha” que significa bem vindo, de forma ampla, o que é meu também é seu, compartilhemos juntos.

L – Vem da palavra “lokomaikail”, que significa o que eu digo vem do fundo do meu coração, banhado em boas intenções.

O – Vem da palavra “oluolu”que significa felicidade, ser feliz faz parte de nossa herança.

H – Vem da palavra “haahaa” que significa modéstia; nós lhe damos boas vindas e fazemos coisas para você porque nos sentimos felizes tendo humildade em lhe servir.

A – vem da palavra também havaiana “A-a-kamata”, que significa que nossos olhos estão sempre abertos, mas nossos lábios fechados . Se você nos tirar alguma coisa não diremos nada, mas saberemos o que está se passando.

Na língua havaiana Aloha significa muito mais do que “alô” e “adeus” ou “amor”. Seu significado maior é: compartilhar (alo) com alegria (oha) da energia da vida (ha) no presente (alo)”.

Ao compartilharem essa energia, vocês se tornarão conectados ao Poder Divino chamado de mana. E o uso amoroso deste Poder incrível é o segredo para se obter saúde, felicidade, prosperidade e sucesso verdadeiros.
 

 
[2015-08-31] - História do Surf em Florianópolis -aloha
[2015-02-09] - Mahalo e Aloha, mais que simples saudações havaianas!
[2015-01-19] - - RIP - na paz de Deus- Ricardinho Santos- ALOHA
[2014-10-22] - PREMIO TA NA ONDA 2014 - FESTA DA ONDA - DIA 28 de novembro no Malam.
[2014-10-20] - Mick Fanning ganhou com o Moche Rip Curl Pro Portugal - aloha
[2014-10-14] - Portugal ao vivo acesse http://www.aspworldtour.com/events/2014/mct/719/moche-rip-curl-pro-portugal/live
[2014-09-25] - WCT em contagem regressiva para o primeiro título mundial do Brasil. aloha
[2014-09-16] - Aprender a surfar – Dicas e técnicas
[2014-09-14] - Bruno Silva vence no Matadeiro* aloha bombou
[2014-09-14] - Bruno Silva vence no Matadeiro* aloha bombou